segunda-feira, 24 de setembro de 2007

A causa das coisas

- Tens um blog, como é que se chama?
- Piano e raciocínio.
- Ah. (Com aquela expressão de quem não acha nem giro nem feio, mas principalmente de quem não percebe o porquê)

Apesar de nunca terem chegado a perguntar, eu explico.
Este blog foi criado numa noite de copos (mais uma) que continuou cá em casa. Só isto, se calhar chegaria como explicação, mas vou continuar. De televisão desligada e a rodar todos os assuntos, a conversa foi parar aos blogs (ou terá sido quando nos fomos abastecer de bebidas? Já não me lembro). Sentindo-me excluída, e invejosa, disse "vou criar um blog agora". E criei, assim de supetão. Depois de quase deixar cair o portátil três vezes, de lhe entornar vodka e cinza, lá consegui preencher os dados e chegar à parte do nome. Rapidamente pensei, "vá, tem de ser uma coisa a ver comigo". O piano. Não pelo filme, que é óptimo e nos faz ficar com um nó na garganta durante vários dias mesmo como eu gosto, mas pelo instrumento em si. Gosto de muitos outros instrumentos, claro está, mas o piano é especial. Melancólico, triste e depressivo.

Afinal, "O piano" já existia. Caso não existisse, ia pôr na descrição "O meu instrumento preferido a seguir ao raciocínio" porque na altura lembrei-me e achei graça. Já não acho tanta. Acabou por ficar "Piano e raciocínio" já que este último não estava nas melhores condições.
Podia ter ficado "O piano-só-um-bocadinho-destacado-dos-outros-instrumentos-musicais-pode-considerar-se-o-meu-instrumento-preferido-a-seguir-ao-raciocínio-que-podia-ser-destreza-mental-ou-auto-reflexão-condições-indispensáveis-num-ser-humano-profundo-inteligente-e-com-auto-crítica."
Mas eu não estava assim tão mal.

4 comentários:

Estevão disse...

Agradece ao vodka da Galp das Amoreiras...

Mãos de Veludo disse...

Credo.. ainda bem q não tavas assim tão mal.. se não irias ocupar a minha barrinha de sites favoritos toda!!

Maria Cardeal disse...

Gosto do nome. Gosto da imagem. Gosto do blog. E deixa que te diga que ainda bem, ainda bem mesmo, que o blogger não pergunta nada.
:)

Pedro disse...

esqueceste-te do "pentear as sobrancelhas..." no meio do
"deixar cair o portátil três vezes, de lhe entornar vodka e cinza..." :)