quinta-feira, 6 de setembro de 2007

La vie, again

A inevitável repetição, que é a vida, causa-me claustrofobia. Ou deverei dizer vertigens, que não é mais do que queda para o abismo. Eu explico melhor, a sequência de acontecimentos esperados como escola, curso, primeiro emprego, promoção, casamento, "É menino", "É menina"... provocam-me uma sensação que assemelho a ficar fechado num elevador e, ao mesmo tempo, a estar em pleno Cabo da Roca.
É o "Ai, ai, ai, tirem-me daqui, não consigo respirar" alternando com "Ai, ai, ai, a única solução é atirar-me e cair na tentação de não arriscar e fazer tudo igual".

5 comentários:

Anónimo disse...

Isso é que era... Agora uma margarita logo pela manhã... :)

Beijinho e obrigado pelo comment.

Leididi disse...

E a impressão que me causam as carrinhas familiares? Uma espécie de alergia à vida comum sobre rodas. Medo.

MLambertini disse...

Desculpa, importas-te de repetir?

lazy.matt disse...

Arrisca e foge para o Burundi.

O que não vale a pena é ofender a vida. :)

Maria Cardeal disse...

Atira-te mi�da! Nunca far�s igual. Vais fazer melhor.